¡Atención! Este sitio usa cookies y tecnologías similares.

Si no cambia la configuración de su navegador, usted acepta su uso.

Acepto

Bitmain vende Bitcoin e compra Bitcoin Cash antes de sua IPO

Bitmain vende Bitcoin e compra Bitcoin Cash antes de sua IPO

Após chamar a atenção de gigantes investidores da Ásia, arrecadar US$ 1 bilhão e ser avaliada em US$ 15 bilhões, a Bitmain, maior empresa de mineração de Bitcoin do mundo, se prepara para entrar na Bolsa de Valores de Hong Kong.

Artists: Harry Styles

Porém, a recente descoberta de que a empresa está ‘valorizando’ mais o Bitcoin Cash (BCH) do que o Bitcoin (BTC), gerou receios na comunidade de criptomoedas.

Samson Mow, diretor de segurança (CSO) da Blockstream, revelou em seu Twitter no último sábado (11) que a Bitmain, maior empresa de mineração de bitcoin do mundo, está dando preferência ao Bitcoin Cash e não ao Bitcoin.

O tweet de Mow também indicou que a empresa apostou na sobrevivência do Bitcoin Cashem 2018 e vendeu Bitcoins para adquirir mais delas.

Após a repercussão, muitos críticos acreditam agora que o próximo passo da Bitmain, a sua Oferta Inicial Pública (IPO), pode ser, talvez, o pior investimento numa bolsa regulamentada.

Mow acredita que se não tivesse sido divulgada recentemente a vulnerabilidade do Bitcoin Cash por desenvolvedores do Bitcoin, a gigante da mineração já teria aplicado pelo menos US$ 1 bilhão do seu balanço em BCH.

A tabela faz parte de informações que a Bitmain deve apresentar a uma bolsa de valores. A imagem mostra que, em dezembro de 2016, a Bitmain detinha 71.560 Bitcoins e nenhum Bitcoin Cash e, em março de 2018, detinha 22.082 BTC e 1,02 milhões de BCH (a primeira coluna na imagem representa a quantia retida e a segunda exibe o preço médio em que a moeda foi comprada, em dólar).

Portanto, os números mostram que a Bitmain demonstrou uma preferência pelo Bitcoin Cash.

De acordo com o Bitcoin.com, desenvolvedores associados à Bitmain discutem uma proposta chamada ‘Wormhole’, que seria uma camada para a construção de contratos inteligentes no blockchain do Bitcoin Cash, notou o Finance Magnates.

Outro indício de que o Bitcoin está ficando de lado: na semana passada, a Bitmain anunciou investimento de US$ 3 milhões em uma empresa de publicidade digital que vai usar o protocolo de contrato inteligente do Bitcoin Cash para desenvolver um token.

Mais um sinal de que há algo ‘no forno’ aconteceu em abril deste ano. A Antpool, um grupo de mineração controlado pela Bitmain, responsável por 14,4% de toda a mineração Bitcoin, disse que queimaria 12% de todas as recompensas de mineração do Bitcoin Cash. Quem é do ramo sabe que queimar tokens valoriza. E não deu outra. Após o anúncio o Bitcoin Cash teve um aumento de 50%.

Considerando a oferta atual de Bitcoin Cash que é de 17.288.638 de unidades, de acordo como o CoinMarketCap, a Bitmain já detém 5% do lote. Um número bastante expressivo.

Ataque de 51%

Um artigo postado no Medium nesta segunda-feira (13) deixa claro que é possível um ataque de 51% sobre a rede do Bitcoin Cash, de acordo com o usuário Crypto Herpes Cat.

“Se Bitmain não investir continuamente em hardware e eletricidade para manter a cadeia viva, provavelmente a rede Bitcoin Cash morrerá um um ataque de 51%”.

O texto também diz que, no entanto, um ataque desse agora é exagerado, mas caso isso venha a acontecer futuramente, a Bitmain seria obrigada a puxar o hash para defendê-la.

Allex Ferreira, mais conhecido como Barão do Bitcoin, publicou um artigo na terça-feira (14) intitulado “Bitmain e Bitcoin Cash: jogada arriscada ou carta na manga?”.

Ferreira diz que a IPO da Bitmain precisa ser analisada “à luz da estratégia que a companhia vem adotando no mercado”.

Ciente de que a preferência pelo Bitcoin Cash não está sendo boa para a imagem da mineradora, ele relembra que “BCH é o criptoativo preferido de Jihan Wu, dono da Bitmain, e, junto com Roger Ver, ele vem tentando vender a narrativa de que este é o verdadeiro Bitcoin”.

Preparação para a IPO

A preparação para a IPO da Bitmain teve três rodadas de financiamento. A última, que aconteceu no início deste mês, contou com três gigantes da Ásia: o grupo japonês Softbank, a empresa chinesa Tencent e a China Gold. Com US$ 1 bilhão arrecadado por meio dos novos parceiros, a empresa ficou avaliada em US$ 15 bilhões.

A Bitmain tem trabalhado para ser listada na Bolsa de Valores de Hong Kong (HKEX). Por isso, uma das primeiras coisas foi utilizar os serviços da China International Capital Corporation [CICC], uma das principais empresas bancárias de investimento na China.

A gigante de mineração, que também é uma das maiores fabricantes de chips Asic, foi avaliada em US$ 12 bilhões após a segunda rodada de financiamento que trouxe a Sequoia Capital China, a americana Coatue Management e EDBI, um fundo Cingapura, que investiram entre US$ 300 milhões e US$ 400 milhões.

Há um ano a Bitmain recebia seus primeiros investimentos através da Sequoia Capital China e  IDG Capital, num total de US$ 50 milhões.

 

fuente:https://portaldobitcoin.com/bitmain-vende-bitcoin-e-compra-bitcoin-cash-antes-de-sua-ipo/


Criptomonedas

Capitalización del Mercado (copia)

PRÓXIMOS EVENTOS

No hay eventos creados aún.
Ver todos los eventos